Ultimos posts

 
 

Uma grande dificuldade ao aprender uma nova língua é encontrar palavras do idioma materno que não têm tradução em nenhuma outra. Alguns vocábulos podem ser explicados pela ideia por trás da expressão, mas não há uma palavra específica que represente sua complexidade de sentido. Conheça quais palavras da língua portuguesa que você não conseguirá reproduzir em nenhum outro idioma e como você pode explicá-las:

1 – Apaixonar

O verbo "apaixonar" não pode ser traduzido. Uma forma de explicar o significado dessa palavra é dizendo que consiste em um sentimento por alguém que ainda não é amor propriamente dito

2 – Saudade

Esse é um dos sentimentos mais difíceis de ser explicado em uma língua estrangeira. Para conseguir mostrar a ideia por trás de "saudade", você pode dizer que é um sentimento nostálgico em relação a situações passadas da sua vida. Pode ser relacionada tanto a memórias positivas como negativas.

3 – Xodó

Essa palavra é uma forma carinhosa de se referir a alguém ou algo que você tenha um apreço muito grande. Em geral, remete ao carinho e preocupação que algo gera em você. É uma expressão ampla, podendo ser aplicada em diversos contextos diferentes.

4 – Futevôlei

"Futevôlei" é uma palavra que define um esporte tipicamente brasileiro. Para explicá-la, você pode dizer que é a junção entre dois esportes diferentes: o futebol e o vôlei. Aqueles que o praticam têm como objetivo chutar a bola por cima de uma rede, mesclando as regras de ambos e acontece na praia.

5 – Cafuné

Embora não haja uma tradução direta, "cafuné" pode ser facilmente explicado em outras palavras. Por definição, é um tipo de carinho em que uma pessoa passa os dedos pelos cabelos de outra pessoa.

 No

O empresário carioca Eike Batista, para superar os problemas financeiros que vem sofrendo, apelou para os orixás do candomblé. No último dia 2 de fevereiro, ele presenteou a rainha do mar com uma oferenda de R$ 700 mil, conforme informações do jornal 'Extra'.

De acordo com a publicação, em conversa com um vidente, Eike foi aconselhado a "fazer as pazes com Iemanjá". "Falei com ele que tudo o que havia tirado do mar teria que ser devolvido e agradecido. Tudo que ele explorou nos últimos anos estava ligado ao oceano", disse um vidente, que preferiu não se identificar. Segundo ele, Eike seria filho ''Iemanjá com Oxossi".

Conforme informações do jornal, no "barquinho" oferecido à sereia, Eike teria colocado 700 moedas de ouro, perfumes importados, garrafas de champanhe, flores e uma imagem de Iemanjá. "Ele vai voltar a ser o homem mais rico do Brasil em questão de meses", profetizou o vidente.

 
principal


Olha que ótima iniciativa que pode contribuir para o esporte de base ou amador.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, assinou um decreto que concede o vale transporte esportivo para atletas amadores nas categorias olímpicas, paraolímpicas e dos Jogos da Juventude do Paraná (Jojups). Aproximadamente 200 jovens atletas deverão ser beneficiados.

Esse benefício foi pensado para incentivar o adolescente a praticar o esporte de maneira competitiva, pois muitas vezes o primeiro grande entrave para ele se deslocar ao local de treinamento é a condução. O deslocamento três vezes por semana para o treinamento é um custo a mais que a família do atleta não tem como arcar. Então com a adoção do vale transporte esportivo, queremos propiciar aos adolescentes a oportunidade da passagem da prática do esporte escolar para o esporte de competição.

Para se ter esse vale, os atletas devem atender alguns requisitos como ter idade entre 14 e 18 anos, ser integrante dos projetos chancelados pela Comissão de Incentivo ao Esporte, estar devidamente matriculado e ter frequência regular em escola pública municipal, estadual ou federal em Curitiba e representar o município em competições oficiais quando convocado pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude. 

O recurso referente ao VTE será creditado mensalmente no cartão transporte dos atletas no dia 10 de cada mês.

Entidades sem fins lucrativos, que tenham como objeto social a atuação no desenvolvimento de atividades esportivas, também poderão solicitar o benefício desde que apresentem alguns documentos como, por exemplo, projeto de parceria com a Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude, chancelado pela Comissão de Incentivo ao Esporte. Mais informações podem ser obtidas junto ao Departamento do Incentivo ao Esporte e Promoção Social, através do telefone 3350-3744.

A fiscalização ficará sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude que poderá solicitar para atleta e/ou entidade, durante vigência do benefício, documentos comprobatórios do cumprimento dos critérios estabelecidos no decreto.


A gestação é um dos períodos mais lindos na vida de muitas mulheres. E muitas adoram, claro, fazer graça com aquele barrigão temporário.  
 
Olha que barato essas pinturas:






















 http://randradefisio.com.br/wp-content/uploads/2015/07/postura-no-trabalho2.jpg

Sentado ou em pé, não é fácil conservar uma postura correta no trabalho sobretudo quando a atividade se prolonga por várias horas. A má postura no ambiente de trabalho provoca, em pouco tempo, problemas nas costas e articulações que vão se agravando com o tempo.

 Transtornos musculoesqueléticos

Os transtornos musculoesqueléticos afetam milhões de pessoas em todo o mundo e representam o mais grave e frequente problema de saúde do trabalho. Além disso, tais doenças são a principal causa de faltas ao trabalho.

Consequências da má postura

O estresse, cansaço e necessidade de concentração total, quando combinados com a má postura, provocam quadros de tensão muscular nos pulsos e mãos, dores lombares, rigidez da nuca e pescoço. A aparição destes sintomas é indicador de que é necessária uma mudança de postura.

Postura correta ao sentar

Uma boa postura se consegue sem esforço ou cansaço, não deve provocar dor e depende da manutenção da simetria do corpo.

Cabeça e coluna

A cabeça deve estar alinhada com a coluna vertebral. Ao sentar-se, os joelhos e tornozelos devem estar ligeiramente abertos (num ângulo um pouco maior que 90 graus). A parte superior do corpo deve estar inclinada para frente (entre 0 e 30 graus) mas também alinhada, o que pode exigir ajustes no material de trabalho, como na tela do computador e na cadeira.

Braço e antebraço

Os braços precisam estar alinhados ao corpo e mantidos a um ângulo de 0 a 20 graus e ligeiramente orientados para o computador. Sobre a mesa, os braços e antebraços devem ser posicionados em ângulo de 90 a 120 graus para o uso de objetos como mouse e teclado sem esforço. Por fim, os pulsos devem estar alinhados com os antebraços e mantidas retas.

Ajustando objetos

A cadeira deve estar ajustada para apoiar a parte superior do corpo e permitir uma inclinação para frente e atrás entre 10 e 20 graus. O encosto deve ser mantido praticamente reto durante o trabalho e não deve se inclinar muito nos períodos de descanso. Opte por cadeiras que girem para evitar torções. Já as telas de computador devem ficar num ângulo de 10 a 30 graus para se ter uma visibilidade direta.

Postura correta em pé

Ficar em pé por períodos prolongados exige bom alinhamento vertical (nuca, costas, mãos e quadris). É necessário reduzir ao máximo as tensões lombares, o que reserva importância à correta distribuição do peso do corpo e manutenção da postura simétrica. Os pés devem estar paralelos e ligeiramente separados.