Natal magrinho

Por | 16:43 Comente


Para receber diariamente um cardápio balanceado e iniciar sua
reeducação alimentar, assine o Bem Leve e tenha dicas nutricionais
online à sua disposição.

Por Isabelle Lindote
isabelle@bemleve.com.br

Dezembro é um mês dividido: se nas duas primeiras semanas, as pessoas
fecham a boca para entrarem no vestido do Réveillon, as duas semanas
seguintes são regadas a muita comilança. Essa tentativa de compensação
se estende até janeiro, quando o número de matriculados nas academias
chega a dobrar. O problema é que com essa montanha russa de privações
alimentares e orgias gastronômicas, o metabolismo fica desregulado e o
organismo é que sofre. Parece estranho falar em 'Natal magro', mas a
realidade é que há muitas opções saudáveis na mesa da ceia, basta
saber olhar.

Não é preciso apelar para alimentos diet e light bem no meio da
comemoração, mas se preferir comer peru ou chester em vez de se
deliciar com tender e pernil, já é um ponto a favor da sua saúde.
Afinal, a carne branca é bem saudável que a carne de porco. Não
estamos falando apenas de calorias, mas também da quantidade de
gorduras. E sabe aquela mania de comer o que sobrou da ceia de Natal
nos dias que se seguem? Essa prática que muitos chamam de 'enterro dos
ossos' pode prejudicar muito sua silhueta e pesar na consciência.

Dicas para não passar vontade

Fique longe dos acompanhamentos cremosos e gordurosos, como suflês,
purês, maioneses e molhos. A inocente receita de patê de legumes da
sua prima pode virar uma bomba calórica quando acrescida de ovos e
manteiga. Além disso, esses alimentos acabam estragando com facilidade
e correm o risco de causar uma infecção indesejada.

Apesar de saudáveis, modere o consumo de frutas oleaginosas, como
nozes, castanhas e avelãs: elas são muito calóricas. Prefira petiscar
frutas secas enquanto a ceia não é servida, como damasco, figo e
ameixa, mas nada de abusar das frutas cristalizadas.

Como nosso Natal é bem no início do verão, não esqueça de hidratar o
corpo! Água, sucos e até refrigerantes light (com moderação) são
permitidos. só pegue leve com as bebidas alcoólicas, que além de
irritarem o organismo, desidratam, possuem muitas calorias e podem
causar uma baita ressaca no dia seguinte.

Arroz, farofa, empadão, batata... tudo junto?! Melhor não. Se a
tentação for grande, escolha dois tipos e coloque um pouquinho de cada
um. Um bom truque é apenas salpicar farofa no prato, como se fosse
queijo ralado, só para dar um gostinho.

Como nosso Natal é bem no início do verão, não esqueça de hidratar o
corpo! Água, sucos e até refrigerantes light (com moderação) são
permitidos. só pegue leve com as bebidas alcoólicas, que além de
irritarem o organismo, desidratam, possuem muitas calorias e podem
causar uma baita ressaca no dia seguinte.

Não fique parado! Vale a pena dar uma caminhada no dia seguinte para
ativar a circulação e mostrar para o seu organismo que seu corpo está
em movimento. É recomendado também tentar aliviar os excessos com uma
alimentação mais balanceada nos dias que se seguem até o Réveillon.
Use e abuse de frutas, verduras, legumes, sopas leves, carnes magras e
grãos.

De olho nas calorias

Ameixa (média): 25 calorias
Amêndoa (1 xícara de chá): 350 calorias
Avelã (1 unidade): 150 calorias
Cereja (média): 10 calorias
Damasco (médio): 20 calorias
Nozes (1 xícara de chá): 500 calorias
Panetone (1 fatia): 200 calorias
Pão de mel (1 unidade): 150 calorias
Passas (1 colher de sobremesa): 30 calorias
Peito de peru cozido (1 fatia fina): 120 calorias
Peru com pele (1 coxa): 200 calorias
Rabanada (1 unidade): 250 calorias
Tender (1 fatia fina): 180 calorias
Uva (10 unidades): 50 calorias

Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!