Intel abandona projeto do "laptop de US$ 100"

Por | 18:50 Comente


 Intel anunciou na quinta-feira que decidiu sair da diretoria da OLPC (One Laptop Per Child), de acordo com The New York Times. Um porta-voz da Intel disse que a empresa tinha o mesmo objetivo que a OLPC de colocar computadores nas mãos de crianças, mas que não conseguiram resolver "diferenças filosóficas".

O objetivo do projeto, produzir um laptop que inicialmente custaria US$ 100, causou muita controvérsia por potencialmente competir com a Intel e a Microsoft em países em desenvolvimento.

A máquina roda Linux, vem com softwares educativos e tem um processador da AMD. O laptop, batizado de XO, está sendo vendido por US$ 200 por unidade para governos e instituições.
Recentemente, a Intel não foi a um encontro da diretoria do grupo na Flórida, de acordo com o jornal. "Chegamos a um impasse filosófico", disse Chuck Mulloy, ao The New York Times. "Negroponte nos pediu que apoiássemos exclusivamente plataformas baseadas no OLPC", falou.

A Intel tem seu próprio computador educativo, o Classmate PC, que é vendido por US$ 300. De acordo com Mulloy, a Intel não queria desistir deste investimento.

Walter Bender, executivo da OLPC, acusou a Intel de não cumprir promessas de colaboração. "Penso que como uma organização, a Intel se foca na competição, não no ensino", disse Bender.



Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!