E a farra continua.... Segurança da filha de Lula gastou R$ 55 mil em cartão, indica site

Por | 19:30 Comente



O segurança particular de Lurian Cordeiro Lula da Silva, filha do presidente Lula, João Roberto Fernandes Júnior, que mora em Florianópolis, gastou mais de R$ 48 mil com o cartão corporativo de abril a dezembro de 2007, segundo reportagem publicada na "Folha de S. Paulo" desta segunda-feira (4).

Este ano, ele já gastou mais de R$ 6,3 mil. Ao todo, os gastos do segurança chegaram a R$ 55 mil. O cartão, que está em nome de João Roberto, é da Secretaria de Administração da Presidência da República.

 Gastos

O segurança fez compras com o cartão corporativo em supermercados, livrarias, lojas de material de construção e autopeças. Todos os gastos estão detalhados na página da Controladoria Geral da União (CGU), no site Portal da Transparência.

A maior despesa de João Roberto foi no comércio de autopeças Badu. As diversas compras feitas no local somaram R$ 16,3 mil. Em outra loja, Phillip Automóveis, o gasto foi de R$ 4,6 mil.

 Explicações

A Presidência da República diz que não se manifesta sobre fatos relativos à segurança do presidente e sua família e considera a divulgação dessas informações na página da CGU, uma transgressão. A Controladoria alega que a divulgação é feita quando não há solicitação de bloqueio e não havia.

Os gastos com cartão corporativo já levaram dois ministros, Orlando Silva (Esporte) e Altamir Gregolin (Pesca) a darem explicações. Matilde Rribeiro, que ocupava a Secretaria da Igualdade Racial, gastou R$ 171 mil, em compras diversas. Mas a maior despesa foi com aluguel de carros para deslocamentos oficiais, segundo informações da própria Matilde. Ela disse que as despesas foram um erro administrativo, mas, mesmo assim, entregou o cargo na última sexta-feira (1º).


Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!