Eu não dou esmola

Por | 12:23 Comente


A Veja São Paulo fez uma reportagem sobre os profissionais da esmola. São as pessoas que vemos diariamente nas ruas, em sinais ou até quando andamos pedindo dinheiro para se alimentar, voltar para casa e etc. Eu sempre tive uma opinião que assusta muita gente, quando digo que não dou esmola. E isso não significa que eu sou má. Assim como eu sou critica ferrenha do governo que dá bolsa familia e está acostumando uma geração de brasileiros a achar que o governo é o provedor e não o seu próprio trabalho, não posso ser provedora de pessoas que fiquem a rua a pedir dinheiro.

Muitas vezes me comove ver uma mãe com várias crianças, que creio ser filhos, como pedintes. Comove também ver um Tiozinho todo arrebentado, uma vovózinha pedindo pelo remédio, mas quem é que me garante que eles estão falando a verdade? Como isso virou profissão, quem me garate que as pessoas são verdadeiras? Eu não dou esmola. Mas ajudo a pessoas que fazem por pessoas como essas. Ajudo organizações sérias, que existem pelo bem das pessoas.

E tenho certeza que as pessoas que dão esmola de transito e têm todo um discursso contra o meu, chamando de preconceituosa, sem coração e etc, têm um débito grande para pagar, porque já fez coisa ruim. Por isso que tem esse peso na consciência.

#prontofalei


Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!