A justiça foi feita?

Por | 11:23 Comente




Na madrugada de hoje foi dado o resultado do julgamento que durou 5 dias de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá pela morte da menina Isabella. Nele, pai e madrasta da menina, foram condenados a pouco mais de 31 anos e 26 anos respectivamente.

Foram apresentadas, por parte da acusação, provas periciais que o tempo todo levavam o casal não só ao local, o apartamento onde moravam, como a autoria do crime.  A defesa tentou o tempo inteiro desqualificar a perícia de São Paulo relatando falhas e ausências de provas que realmente colocassem os dois no apartamento. 

Embora eu não seja nenhuma especialista na área de perícia policial, sei que os equipamentos que possuímos aqui deixam a desejar para que seja uma pericia justa e que realmente aponte um culpado sem dúvidas. 

Na verdade, acredito que tenha sido realmente eles pela simples resposta: Se não foram eles, quem foi? A ausência de uma terceira pessoa facilitou o trabalho da polícia neste caso assim como a comoção da sociedade facilitou a dos jurados.

E acredito também que se as provas períciais não fossem tão contundentes e o casal saisse inocentado deste juri, haveria um precedente histórico para outros criminosos serem beneficiados com a dúvida do trabalho da perícia. 

Trabalho esse que apresentou provas cabais, que levaram o casal a julgamento antes mesmo de segunda feira. A sociedade já os condenava. Mas será que a pena foi justa? Será que houve justiça a Isabella?


Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!