Vanessa Morais abre o caminho no mundo pop

Por | 10:01 Comente


As músicas da cantora e compositora Uberlandense já são conhecidas no Brasil e no Exterior.

As vozes que a influenciam são conhecidas. Quem nunca ouviu falar de Marisa Monte, Zizi Possi, Ivete Sangalo, Adriana Calcanhoto e Vanessa da Mata? No entanto, o que a cantora e compositora Vanessa Morais, de 23 anos, realmente deseja, é ser reconhecida como intérprete de suas próprias melodias.

Foram dois anos de divulgação, nas rádios e via internet, de seu CD demo, cujo estilo predominante é o Pop. Depois de ser entrevistada pelo um site de Portugal, as portas começaram a se abrir para essa mineirinha de Uberlândia. Hoje, sua voz já pode ser ouvida não só em Portugal, mas também em outros países, como Alemanha, Canadá, Cuba, Suíça, França e em algumas cidades do Brasil.

As novidades não param por aí. Vanessa Morais, que se descreve como "sonhadora e um pouco tímida, tem agora o apoio do produtor carioca Carlos Paiva, que está agendando apresentações, inclusive, em uma emissora de TV." Já passei por muita coisa em busca desse sonho, e vou lutar até não poder mais para ingressar de vez no mercado musical" diz a jovem cantora.

Para compor, Vanessa Morais diz que utiliza apenas sua imaginação e criatividade, e não suas experiências de vida, como a maioria dos compositores. "Eu simplesmente me sento com o violão e começo a criar as melodias. As Letras surgem de forma aleatória, e eu vou encaixando as palavras. Minha mãe também me ajuda muito. Aliás, tenho seu apoio incondicional em tudo. Só tenho o que agradecer a ela", conclui.

Início

Dizem que "filho de peixe, peixinho é", e história de Vanessa Morais comprova bem esse ditado.

Neta e filha de músicos, a uberlandense escreveu seus primeiros versos aos 12 anos, enquanto arranhava alguns acordes no violão. "Ela começou a se interessar pela música ainda na infância". "Lembro-me que aos 2 anos, ela cantava no meio da missa. Em casa ela brigava com as irmãs pelo microfone, quando eu os colocava para fazer gravações," conta a mãe e empresária da jovem, Alvina Morais, que pode ser considerada uma das "culpadas" pelo talento da filha.

Vanessa Morais já fez parte do coral do Conservatório Estadual de música Cora Pavan Pavaneli. A convite de um amigo assume o vocal de uma banda local. Pouco tempo depois decide seguir carreira solo e investir no estilo que mais lhe agrada, a MPB. "Eu tinha propósitos diferentes do restante do grupo, mas a experiência serviu para que perdesse um pouco da minha timidez", destaca.

A cantora uberlandense continua morando em sua cidade natal, e seu tempo é todo dedicado pra a divulgação do trabalho. Chegou até a prestar vestibular pra Educação Física recentemente, mas com o surgimento de novas oportunidades, ela pretende manter o foco só na música, seu objetivo principal. "Gosto de esportes e preciso pensar no meu futuro. O curso seria uma alternativa pra garantir minha estabilidade financeira. Mas meu desejo mesmo é ser cantora profissional", avalia.

Enquanto ela estudava para ingressar na universidade, sua mãe começou a divulgar o CD nas rádios nacionais e internacionais, e em gravadoras brasileiras. "O que mais nos chamou atenção é que não recebemos muito incentivo no Brasil". "Em compensação, as portas se abriram lá fora". "Surpreendemos-nos com a Aceitação das músicas na Europa", comemora Alvina Morais, que também é autora de canções gravadas pela filha.

Tudo indica que o investimento valeu à pena. Agora Vanessa Morais se concentra na gravação de seu primeiro CD autoral, na expectativa de respostas das gravadoras contatadas, e espera, em breve, cantar e encantar os vários públicos que conquistou e ainda vai conquistar.



Produtos Relacionados:


Postado por Dani Souto - Email: danisouto@gmail.com


Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!