Doenças da tireoide são 8x mais comuns em mulheres

Por | 14:14 Comente



As doenças da tireoide, como hipertiroidismo ou hipotiroidismo, são oito vezes mais comuns em mulheres que em homens, segundo a Federação Internacional da Tireoide. Nesta sexta-feira, Dia Internacional da Tireoide, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Rio (Sbem-RJ) alerta para alguns sinais do desequilíbro desta glândula, responsável pela produção de hormônios como a tiroxina e a triodotironina, fundamentais para o bom funcionamento de órgãos importantes, como coração, cérebro, fígado, rins e pele.

— Na infância ela regula o crescimento e o desenvolvimento, mais tarde é importante para o desenvolvimento da puberdade. E durante toda nossa vida é responsável pelo funcionamento dos nossos órgãos — explica a presidente da SBEM-RJ, Vivian Ellinger.

Sintomas de hipotiroidismo, quando a falta de hormônios tiroideanos faz tudo funcionar lentamente: cansaço, ganho de peso, queda de cabelo, rosto e olhos inchados, sonolência, fraqueza muscular e cãimbra, depressão, pele e cabelos secos, intolerância ao frio e prisão de ventre, entre outros.

Sintomas de hipertiroidismo, quando o excesso do hormônio da tireóide faz o organismo funcionar de forma acelerada e exagerada: irritabilidade ou nervosismo excessivo, dificuldade de subir escadas, calor excessivo, aumento da glândula tireóide, protusão dos olhos, insônia, taquicardia, perda de peso, intestino solto e tremores nas mãos.

O diagnóstico dos dois casos pode ser feito através dos exames de sangue TSH e T4 e o tratamento pode incluir comprimidos, cirurgia ou iodoradiativo.



Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!