Gengivite: veja como prevenir este mal

Por | 12:50 Comente



Escovação correta pode evitar a gengivite / Kacso Sandor/Shutterstock 

Se sua gengiva está vermelha, inchada ou sensível é hora de procurar um dentista o mais rápido possível. Esses sintomas podem ser o começo de uma inflamação na gengiva, a chamada gengivite.

O sangramento também é outro sintoma da doença. Em casos mais severos, ele ocorre espontaneamente, deixando, por exemplo, manchas no travesseiro ao acordar.

Segundo com o cirurgião dentista Paulo Henrique Lago, "após a inflamação aguda da gengiva, ocorrem em muitos casos a retração da gengiva, deixando-as com uma aparência alongada. Também pode ocasionar a formação de bolsas entre os dentes e a gengiva, onde se acumulam restos de comida e placa".

Um dos principais fatores para o aparecimento da gengivite é a má escovação dental. Porém, sua causa direta é a placa bacteriana, película viscosa, bastante aderente e sem cor. Quando não é removida, essa placa produz toxinas que resultam na doença.

Em seu estágio inicial, quando o osso e o tecido conjuntivo que segura os dentes no lugar ainda não foram atingidos, os danos podem ser revertidos.

A prevenção vem com o hábito da escovação diária - no mínimo 3 vezes ao dia -, passando sempre fio dental, enxaguante bucal e creme dental.

De acordo com o especialista, se não tratada, a doença pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes e mandíbula/maxilar. Neste caso, os prejuízos não ficam somente à gengiva. Os ossos que revestem a raiz dental também são afetados levando a um quadro de reabsorção óssea e mobilidade dos dentes.




Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!