Noveleiro, Podolski esbanja carisma e vira febre na internet

Por | 08:43 Comente


Assim que chegou ao Brasil, no início de junho, o atacante Lukas Podolski garantiu que a seleção alemã conquistaria os torcedores nacionais durante a Copa do Mundo. Dito e feito. Depois de um mês de disputas e mesmo tendo sido responsável por decretar a maior goleada da história do futebol brasileiro, a Alemanha faz sucesso com os fãs canarinhos e muito disto tem a ver com o carisma do atacante de 29 anos. Apesar de reserva da seleção comandada por Joachim Löw, Podolski deu um show de simpatia nas redes sociais, derrubou o estereótipo de que os alemães são "frios" e se tornou uma febre na internet.

O grande diferencial de Podolski está no respeito que  teve com o povo brasileiro. Por meio de sua conta no Twitter, o atacante, que joga pelo Arsenal, da Inglaterra, sempre mostrou a preocupação de postar mensagens em português e utilizar hashtags populares dentre os usuários brasileiros desde que chegou ao País.

A sua primeira postagem de grande sucesso foi feita no dia 16 de junho, logo depois da vitória da Alemanha por 4 a 0 sobre Portugal, em Salvador. Ele simplesmente fez uma "selfie" com a chanceler alemã, Angela Merkel, e compartilhou com seus seguidores. "A chanceler e eu depois da vitória", escreveu Podolski, que, na ocasião, já mostrava que não se restringiria a apenas agradar os torcedores dentro das quatro linhas.

Oito dias depois, o atacante congratulou o colombiano Faryd Mondragón, que, ao entrar em campo no segundo tempo da partida contra o Japão, pela última rodada da primeira fase, tornou-se, aos 43 anos, o jogador mais velho a atuar em uma Copa do Mundo. "Parabéns para o Faryd Mondragón", postou o alemão em 24 de junho.

Foi pouco antes do jogo da Alemanha pelas oitavas de final, contra a Argélia, porém, que ele postou pela primeira vez em português. Direto de Porto Alegre, Podolski escreveu: "a cada dia que passa me encanto mais com esse país lindo, essa energia positiva maravilhosa, realmente não teria lugar melhor para se jogar uma Copa do Mundo a não ser o país do futebol". De quebra, usou as hashtags #VamoQueVamoBrasil #CopaDoMundo #ForçaBrasil.

A partir daí, as postagens em português passaram a ser mais constantes. Em 2 de julho, ele compartilhou com seus seguidores a alegria de ter visitado a Arena do Grêmio. No idioma local, escreveu: "contente por ter conhecido o clube que projetou um dos maiores craques da bola @10Ronaldinho". Desta vez, as hashtags foram #Gremio #Brasil e #ÉNois.

Com a classificação para as quartas de final garantida, ele externou a sua ansiedade de conhecer o Rio de Janeiro, local do duelo contra a França, no Maracanã. "Não vejo a hora de conhecer a tão famosa #CidadeMaravilhosa #RioDeJaneiro #Brasil #TamoJunto #CopaDoMundo #poldi", digitou, em português, acima de uma foto do Cristo Redentor.

Quando aterrissou em solo carioca, logo posou com a Praia de Copacabana ao fundo e escreveu: "completamente abismado, nunca vi nada semelhante #BrasilTeAmo #Paraíso #TudoNosso #RioÉFrenético #brazil #poldi". Na sequência, o alemão se encontrou com o lateral André Santos, com quem jogou no Arsenal, e recebeu uma camisa do Flamengo. "Não é o que parece ser, é apenas o agasalho da #Alemanha, obrigado @andre_santos27 #TorcidaJovem #RaçaJovem #Mengão #éTois", postou.

Quando o Brasil superou a Colômbia nas quartas de final e se classificou para enfrentar a Alemanha, o atacante comemorou, mas também fez uma ressalva. "Feliz pela vitória de hoje, não vejo a hora de enfrentar o Brasil, mas triste pelo @NeymarJr. Espero que ele se recupere logo #ForçaNeymar #éTois #poldi", escreveu, lamentando a lesão sofrida pelo camisa 10 brasileiro após entrada do colombiano Camilo Zuñiga.

Às vésperas do duelo válido pelas semifinais, Podolski posou olhando para a paisagem e "criou" um novo termo. "Determinado e focadão para a semi", escreveu, logo antes de postar uma foto ao lado do ex-atacante Ronaldo e exaltar o então maior artilheiro da história das Copas. "Brasil, país maravilhoso, cheio de gente legal, e jogadores fantásticos, ainda vem que meus dois ídolos não vão jogar terça", postou, citando, além do Fenômeno, o meia Ronaldinho Gaúcho.

Bra pais maravilhoso, cheio de gente legal, e jogadores fantásticos, ainda vem que meus dois ídolos ñ vão jogar terça 

O auge de Podolski nas redes sociais, entretanto, aconteceu, curiosamente, logo após o massacre alemão por 7 a 1 sobre o Brasil.Com as hashtags #ForçaBrasil #LevanteACabeça #BrasilÉTradição #RespeiteASeleção #JogaBonito #Futebol e #BrasilTeAmo, o atacante escreveu: "Respeitem a Amarelinha, com sua história e tradição, o mundo do futebol deve muito ao futebol brasileiro, que é e sempre será o país do futebol. A vitória é consequência do trabalho, viemos determinados, todos nós crescemos vendo o Brasil jogar, nossos heróis que nos inspiram são todos daqui".

Ver imagem no Twitter

Por fim, nesta quinta-feira, Podoslki conquistou de vez os corações brasileiros. "Já estou tão acostumado com o #Brasil que já estou até assistindo novela #Noveleiro #CoraçãoVerdeAmarelo #Brasil #poldi #aha", postou, para, logo na sequência, se despedir. "Hora de dormir, treininho foi forte hoje, estou bem cansado. Boa noite a todos e durmam com Deus meus amigos #Alemanha #Brasil #Vivendo1Sonho".



Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!