5 dores que nunca deve se ignorar

Por | 11:11 Comente


http://www.healthandhealthyliving.com/wp-content/uploads/2014/11/cure-your-headache-using-this-great-natural-remedy-made-with-only-2-ingredients1.jpg


Ola, pessoal!

Não devemos ir a correr para o hospital sempre que temos uma dor de cabeça ou começamos a espirrar. Mas existem certas dores que não devemos ignorar.

Abby Cuffey, do site Woman's Day, e o médico Houman Danesh, do Hospital Mt. Sinai, em Nova Iorque, fizeram uma lista das cinco dores que não devemos ignorar. Se achar que tem algum destes problemas, dirija-se ao médico ou às urgências com a maior brevidade possível, aconselham estes especialistas.

1.    Uma dor aguda entre as escápulas: Este pode ser um sinal de que está prestes a sofrer um ataque cardíaco, dizem os especialistas. Cerca de 30% das pessoas que sofrem este ataque não sentem o 'típico' aperto no peito. Se sentir uma pontada nesta zona do corpo, deve dirigir-se ao médico com a maior brevidade possível. Segundo os especialistas, esta dor é mais comum nas mulheres do que nos homens.

2.    Uma dor de cabeça muito forte e repentina: Pode ser um sinal de aneurisma, ou seja, a dilatação anormal de um vaso sanguíneo. Não confundir com uma enxaqueca: Esta provoca náuseas, pouca tolerância à luz e ao barulho e tem uma progressão gradual. Estamos a falar de uma dor repentina, muito forte, algo que nunca sentiu. Os especialistas aconselham, neste caso, a não tomar logo uma aspirina, pois caso se trate da dilatação de um vaso sanguíneo e haja uma hemorragia, este comprimido pode ajudar a alastrá-la.

3.    Uma dor constante no lado direito do abdômen: Poder ser um sinal de apendicite. A dor costuma surgir no centro do estômago e gradualmente alastrar-se para a direita. Se houver de facto um rompimento do apêndice, pode haver complicações graves – as bactérias podem passar para a corrente sanguínea e infectar o resto do organismo, explicam os dois especialistas. Para saber se se trata de uma apendicite, faça pressão na área que lhe dói. Se sentir uma dor mais aguda quando deixa de fazer pressão do que quando está a comprimir aquela área, deve dirigir-se de imediato às urgências.

4.    Dores a meio das costas e febre: este pode ser um sinal de que pode ter uma infecção nos rins. Esta doença desenvolve-se a partir de uma bactéria, que se infiltrou a partir do trato urinário e se espalhou para os rins. Provavelmente, o primeiro sintoma que vai sentir é uma dor ao urinar, mas há quem não passe por este passo. De acordo com estes especialistas, as mulheres têm uma maior tendência para terem infecções urinárias, o que pode levar a infecções nos rins. 

5.    Cólicas menstruais constantes: Se a medicação não está a fazer com que a dor passe, este pode ser um sinal de que tem endometriose, ou seja, que possui células endometrais (que compõem a membrana mucosa que reveste a parede uterina) fora do útero. Esta doença pode fazer com que uma mulher não consiga ter filhos, explicam os especialistas. De acordo com os mesmos, entre 40 a 60% das mulheres que sentem muitas dores durante o período menstrual podem ter esta doença.

Adaptei esse texto do Today.com pq achei bem interessante. Espero que vocês tenham gostado!



Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!