O limite da imbecilidade

Por | 11:43 Comente


Ofensas divulgadas pela publicária nas redes sociais

Enquanto eu lia a história da menina que foi parabenizada pelo aniversário de 10 anos do estupro que sofreu,  fiquei imaginando o que de ruim ela tinha feito para que uma galera fizesse isso. Sim, tenho essa forma de pensar, em tudo na vida. E tive que reler a história (que foi um post dela no Facebook) para entender que as pessoas se achavam no direito de fazer aquilo porque ela é administradora de um grupo chamado "Humor Negro" e as pessoas estavam seguindo o humor do grupo.

Pois bem: dez anos depois de sofrer um estupro, publicitária e coordenadora de mídia social virou alvo de "cyberbulling" desde que postou no Facebook um relato sobre o crime que sofreu. Passou a receber mensagens de parabéns no Facebook e também pelo WhatsApp. No aplicativo, recebeu mensagens de ataque em um grupo chamado "Vivi. 10 anos de estupro", onde teve o número do telefone de Viviane divulgado para que as pessoas pudessem ofendê-la.

Sob a capa do humor negro, o parabéns pelo aniversário de um estupro virou oportunidade para se fazer piada. Fico imaginando se alguém desse parabéns a uma irmã de um desses (as) imbecis quando a data completasse 'anos' de aniversário, mesmo num grupo sobre humor negro.

Até a imbecilidade tem limite. E está cada vez mais difícil para as pessoas perceberem.


Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!