Macaco é aliado contra a Febre Amarela

Por | 15:40 Comente




A febre amarela é uma doença infecciosa grave que pode ser transmitida pela picada de dois tipos de mosquitos, o Aedes Aegypti ou o Haemagocus Sabethes. Essa doença causa sintomas como dor abdominal, dor de cabeça e febre e deve ser tratada de forma a aliviar os sintomas.

A febre amarela não é contagiosa. Isso significa que os macacos não transmitem diretamente a doença, assim como ela não é transmitida diretamente de um humano a outro. Os mosquitos são os vetores, os responsáveis pela transmissão tanto entre humanos quanto entre macacos e de macacos para humanos.

Além de não serem os responsáveis pela transmissão da febre amarela, os macacos ajudam  mapear a presença do vírus no ambiente. Ao confirmar a morte de um macaco pela doença, as equipes de vigilância sanitária e controle de zoonoses conseguem mapear áreas de risco e organizar campanhas de vacinação.

O surto de febre amarela representa uma grave ameaça para os macacos que vivem na Mata Atlântica. Parte significativa das espécies está ameaçada de extinção, entre elas, o bugio, o macaco-prego-de-crista e o muriqui do sul e do norte

Além de dificultar o controle da doença, matar, maltratar, perseguir ou apreender macacos é crime ambiental previsto no Art. 29 da Lei n° 9.605/98. O autor pode ser condenado a uma pena de seis meses a um ano de detenção, além de pagar multa.  A pena é aumentada em 50% quando o crime é praticado contra espécies ameaçadas de extinção  


Comente:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

1) Você é responsável pelo que comenta
2) Seu IP foi registrado. Procure saber o que significa.
3) Comente sempre!